Boletim de Notícias

Cadastre-se e receba informações do CRF AP no seu correio eletrônico

NOTA TÉCNICA 001/2020 - GRUPO DE TRABALHO DE ENFRENTAMENTO À COVID-19 DO CRF/AP

Postado em 28/04/2020 as 18:28:48
RECOMENDAÇÕES SOBRE TRATAMENTO FARMACOLÓGICO
Caros colegas farmacêuticos, estamos passando por um grave momento, vivendo uma das maiores crises de saúde pública do mundo em toda sua história. A pandemia da COVID-19 é uma realidade que tem se alastrado por cerca de 190 países, desde dezembro de 2019, deixando um rastro de milhares de vítimas e mortos. 

A história natural desta doença não está totalmente esclarecida, mas pesquisadores e profissionais da saúde do mundo tem buscado incansavelmente conhecer e divulgar toda a patogenia da doença. Diante disso, também pouco se sabe sobre opções farmacoterapêuticas seguras e efetivas contra o Coronavírus. 

As orientações farmacêuticas para a comunidade ou profissionais da saúde são baseadas em evidências científicas que garantem segurança e eficácia de terapias medicamentosas. Essas informações tratam de orientações gerais sobre farmacoterapias e a necessidade de alertas específicos sobre reações adversas, erros de medicação, intoxicações ou interações. A análise e divulgação dessas informações, sem conflitos de interesses, é o que norteia a nossa missão maior que é promover o uso racional dos medicamentos. 

Com base nas informações disponíveis até abril de 2020 sobre o Coronavírus, podemos afirmar que medidas de higienização, de proteção individual e restrição de contato são as mais eficazes medidas de prevenção.

Novos estudos aparecem diariamente, porém aspectos como a classificação da pesquisa e seu rigor metodológico refletem no nível de evidência científica e na forma em que a mesma vai contribuir no combate da doença. Portanto, os farmacêuticos precisam sempre ressaltar para pacientes e profissionais da saúde que:

1. Toda prescrição médica sempre deve ser precedida de avaliação clínica e é intransferível, sendo um grande risco indicar ou dividir o medicamento com parentes, vizinhos ou amigos;

2. Todo medicamento pode provocar reações adversas, bem como pode interagir com outros medicamentos, portanto é importante saber para quem se reportar nesses casos, e especialmente em caso de tratamento de COVID-19, ter o contato do seu prescritor (para uso ambulatorial);

3. Até o presente momento ainda estão sendo desenvolvidos ensaios clínicos controlados e randomizados que comprovem a eficácia e segurança de tratamentos para o COVID-19, portanto qualquer terapia medicamentosa com esse objetivo precisa ser cuidadosamente acompanhada pelo seu prescritor (profissional médico), e o paciente precisa comunicar detalhadamente a evolução do seu tratamento. 

O Conselho Regional de Farmácia, através do Grupo de Trabalho Especial Contra a COVID-19, manifesta sua grande preocupação pelo aumento de prescrições com os medicamentos: Cloroquina, Hidroxicloroquina, Ivermectina, Nitazoxanida, no Amapá e ressalta que, o uso ambulatorial destes para os pacientes suspeitos ou diagnosticados com COVID-19 ainda não é recomendado pelo MS e, quando realizado (por situações específicas e adversas) precisa preceder de avaliação clínica e ter acompanhamento continuo. Por fim, o Grupo de trabalho orienta os farmacêuticos continuarem realizando as dispensações conforme as orientações da ANVISA.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

De Segunda a Sexta-feira das 09h00 às 15h00 por agendamento.

(Atendendo ao Decreto Estadual nº 2026 e 2027de 30/06/2020)

Contato WhatsApp: (96) 98402-9836

"