Boletim de Notícias

Cadastre-se e receba informações do CRF AP no seu correio eletrônico

CFF homenageia farmacêuticos com a Comenda do Mérito

Postado em 14/06/2019 as 09:33:37

O Conselho Federal de Farmácia (CFF) realizou, em Brasília, na manhãdesta quinta-feira (13.06), dentro da programação da 483ª ReuniãoPlenária, a cerimônia de outorga da Comenda do Mérito Farmacêutico. A honraria destaca profissionais que prestam serviços relevantes àprofissão e às suas comunidades e são exemplos da atuação farmacêutica, em todos os Estados do Brasil. Os nomes são indicados pelos conselheiros federais de Farmácia e aprovados pelo Plenário do CFF.

A Comenda, referente ao ano de 2018, além de reconhecer o trabalho deprofissionais, agraciou, nesta edição, a Escola de Farmácia de OuroPreto (MG), que completou 180 anos. A solenidade iniciou-se com a entrega do Prêmio Jayme Torres 2018. O presidente do CFF, Walter da Silva Jorge João, destacou que o Prêmio leva o nome do primeiro presidente do CFF, o farmacêutico Jayme Torres, e foi criado no intuito dehomenagear profissionais e estudantes que se destacam pela produção científica nas universidades e centros de pesquisa.

Walter Jorge comentou o significado da outorga da Comenda do Mérito Farmacêutico pelo CFF, há 21 anos. “Este é um momento de nos confraternizarmos, sim, mas é também um momento de reflexão, para que possamos avaliar tudo o que tem sido feito. Desejo a todos os farmacêuticos, principalmente aos homenageados, muito sucesso. Vocês estão recebendo esta Comenda em reconhecimento ao que fizeram em favor da sociedade brasileira”.

O presidente do CFF também fez um balanço dos avanços da Farmácia. “Se há uma profissão que apresenta, sistematicamente, um grande movimento, é a farmacêutica. E conseguimos, depois de muita luta, ter o reconhecimento da sociedade e das autoridades públicas. Lutamos muito, todos juntos, para que essas autoridades voltassem seu olhar para a nossa profissão e que passassem a entender, claramente, toda a contribuição que nós temos a dar para a saúde pública deste País”.

Confira quem foi o homenageado de cada Estado:

Luana Christina Esteves das Neves (AC)

Manuella Pereira Cavalcante de Melo Queiroz (AL)

Jardel Araújo da Silva (AM)

Aldo Aparecido Proietti Junior (AP)

Geruza Maria Carneiro Morais da Cunha (BA)

Cristiane Macêdo Feijó (CE)

Viviany Nicolau de Paula Dias Coelho (DF)

Maria Clara Passos Cruz Ghidetti (ES)

Adibe Georges Khouri (GO)

Maria Assunção Silva Morais (MA)

Dariston Klepher Arruda Pires (MT)

Flávio Shinzato (MS)

Escola de Farmácia de Ouro Preto (MG)

Xerxes Barbosa Lima (PA)

Bagnólia Araújo Costa (PB)

Everson Augusto Krum (PR)

Haydée Menezes (PE)

Waldemar Santos Júnior (PI)

Elizabeth Valverde Macedo (RJ)

Ney Moura Lemos (RN)

Roberto Canquerini (RS)

Gislaine Clemente (RO)

Marconi Aragão Gomes (RR)

Vera Lucia Dal Forno (SC)

Francisco de Paula Garcia Caravante Junior (SP)

Rosa de Lourdes Faria Mariz (SE)

Carlos Henrique Carneiro Marinho (TO)

OS HOMENAGEADOS 

O comendador pelo Rio Grande do Sul, Roberto Canquerini, discursou emocionado. O farmacêutico que, há exatamente um ano, conseguiu reverter um quadro de câncer diagnosticado no estágio IV, agradeceu a oportunidade e ressaltou as diversas especialidades farmacêuticas que foram necessárias ao seu tratamento. "Aprendi tanta coisa na minha jornada pela cura que gostaria de compartilhar uma breve mensagem. Uma delas é que a nossa profissão é muito rica e contribui de forma fundamental para o cuidado ao paciente. Vivi isso na pele, inclusive sentado na cadeira do paciente".

Roberto lembrou sua jornada por meio da floralterapia, homeopatia, da farmácia magistral, com profissionais da radiofarmácia e da fitoterapia. "Muitas dessas áreas de atuação são novas. E só podemos, hoje, chamar de nossa, porque, por trás de tudo isso, temos o grande líder que a profissão merece, que soube brigar por espaços e orquestrar uma verdadeira revolução dentro do Congresso Nacional, Ministério da Saúde, Casa Civil e Anvisa. Um líder que presa sobretudo pelo diálogo”, elogiou a atuação do presidente do CFF.

O farmacêutico que atuou 15 anos em farmácias de manipulação e drogarias, hoje, é coordenador e professor de cursos de pós-graduação, atua como life coach, e foi eleito vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde de Viamão (RS), além de ser diretor do Clube da Serotonina, mas não abre mão do acompanhamento farmacoterapêutico: “Atualmente, um farmacêutico clínico que trabalha em uma farmácia está cuidando de todo o meu esquema vacinal pós-tratamento, seguindo as orientações do oncologista", completou.

Prêmio Jayme Torres 2018

Em relação ao primeiro presidente da entidade, Walter Jorge discursou: “Dr. Jayme Torres foi um homem que abriu os caminhos para a nossa profissão. Eu fico imaginando quantas dificuldades esse ilustre colega teve que enfrentar para que nós pudéssemos chegar a este grande momento da profissão. Hoje, eu tenho convicção que ele se sentiria muito feliz em observar toda essa transformação que vem acontecendo em nossa profissão. Somos 220 mil farmacêuticos que, tenho certeza, sente-se felizes de integrar esta profissão maravilhosa”.

1º Lugar

Com o tema “O impacto da incorporação de tecnologias ou procedimentos nas análises clínicas e toxicológicas visando à segurança do paciente”, o Prêmio Jayme Torres 2018 teve como  primeiro lugar na Categoria Farmacêutico Thaís Resende Batista, com o trabalho: “Associação entre o uso de contraceptivo oral e a geração de trombina: Evidência do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil)”.

A Dra. Thaís Resende Batista, do Paraná, recebeu a como premiação pelo primeiro lugar um cheque no valor de R$ 6.000, troféu e certificado. Foram autores colaboradores Ana Paula Ferreira Silva, Chams Bicalho Maluf, Antônio Luiz Pinho Ribeiro, Sandhi Maria Barreto, Maria das Graças Carvalho, Roberta Carvalho de Figueiredo e Danyelle Romana Alves Rios.

2º Lugar

O segundo lugar ficou com Leiliane Rodrigues Marcatto, que apresentou: “Impacto da Requisição do Exame Laboratorial pelo Farmacêutico no monitoramento Terapêutico de Varfarina em Pacientes com baixo tempo dentro da faixa Terapêutica”.

O trabalho da professora Leiliane Rodrigues Marcatto, de São Paulo, contou com a colaboração de Luciana Sacilotto, Letícia Camargo Tavares, Mirella Facin, Natália Olivietti, Célia Maria Cassaro Strunz, Francisco Carlos Costa Darrieux, Maurício Ibrahim Scanavacca, José Eduardo Krieger, Alexandre Costa Pereira e Paulo Caleb Júnior Lima Santos. Leiliane recebeu do Conselho Federal de Farmácia um cheque no valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais), mais certificado e troféu, por sua classificação em segundo lugar, na categoria profissional.

Menção Honrosa

Também foi oferecida menção honrosa ao farmacêutico Alberto Gomes Tavares Júnior, do Amapá, que apresentou a tese: “Desenvolvimento e validação de método por CLUE-EM/EM para quantificação simultânea de Losartana e seu metabólito ativo para monitoramento plasmático em pacientes renais”. O texto contou com os seguintes autores colaboradores: Ozzy Moreno de Almeida e Silva, Jeff Murilo Silva de Castro, Lílian Grace da Silva Solon, Esteban Guitián Fernández, Francisco Fábio Oliveira de Sousa.

Fonte: Comunicação do CFF

Conselho Regional de Farmácia do Amapá
R: Professor Tostes, 914A - CEP: 68901-316 - Fone: (96)3223-8988
E-mail: crfap@crfap.org.br
Atendimento: 08:00 hrs às 12:00 hrs e 14:00 hrs às 18:00 hrs de segunda à quinta-feira e de 08:00 hrs as 12:00 hrs - sexta-feira